Afinal, o que é psicopedagogia?

Aprendizagem, mudança, emoção, sentido, identidade…. Tudo isso é psicopedagogia. Muitas pessoas acham que a psicopedagogia está relacionada apenas com fracasso escolar, mas ela é muito mais que isso.

 

crianca-pintando-brincadeira

“Eu quero desaprender para aprender de novo.
Raspar as tintas com que me pintaram.
Desencaixotar emoções, recuperar sentidos.”

Rubem Alves

 

 

 

Falamos de processo de aprendizagem, construção da identidade, autonomia, desenvolvimento motor, sentidos…. Tudo isso é psicopedagogia, por isso que amo essa profissão.

Para esclarecer um pouco mais sobre o que é psicopedagogia, vou colocar alguns pontos que acredito ser importante vocês saberem e que vão ajudar aos pais que muitas vezes me procuram cheios de dúvidas:

  • O que é psicopedagogia?

É a área do conhecimento que estuda como as pessoas constroem o conhecimento, procura descobrir o seu processo de aprendizagem. Utiliza diversos conhecimentos da psicanálise, pedagogia, psicomotricidade, neurologia, psicologia, etc., por isso é considerada uma área multidisciplinar.

  • O que faz o psicopedagogo?

O psicopedagogo é o profissional que utiliza os conhecimentos da psicopedagogia para identificar os pontos que podem estar travando essa aprendizagem; pode atuar de maneira preventiva para evitá-los ou propor estratégias e ferramentas que facilitem o aprendizado.

  • Qual é o foco da psicopedagogia?

É todo aquele que possui dificuldades na aprendizagem. Vamos trabalhar com os indivíduos que não conseguem aprender, partindo de um sintoma principal “queixa” que pode ser uma desatenção, agitação, falta de habilidade na leitura e escrita, etc.

  • Como é o atendimento psicopedagógico?

O atendimento geralmente acontece em dois momentos no primeiro chamado de avaliação diagnostica, partindo da queixa apresentada utilizamos provas e atividades específica para entendermos o processo de aprendizagem.

No final das etapas da avaliação fazemos a devolução para a família, onde sintetizamos tudo que observamos do indivíduo em quatro grandes áreas: cognitiva, psicomotricidade, afetiva- social e pedagógica, nessa etapa é feito os encaminhamentos necessários para outros profissionais e é traçado o plano de intervenção.

Lembramos que na etapa de avaliação o sujeito já começa a sofrer a intervenção, à medida que trabalhamos, o sintoma já pode ir se modificando. É importante termos em mente que avaliação não é algo fechado em si mesmo, pois estamos falando de processo e observação de um ser humano, geralmente os seus resultados tem uma validade de seis meses.

A segunda etapa do atendimento chamamos de intervenção, nessa parte começamos a trabalhar as causas dos sintomas através do nosso plano de intervenção que é produzido a partir do que foi observado durante a avaliação. Nas sessões de intervenção utilizamos material lúdico para atingirmos nosso objetivo, melhorar a aprendizagem.

Através de jogos, brinquedos, fantoches, desenhos, programas de computador, orientação a família, organização do material, vamos auxiliando na construção da autonomia, autoria, melhora na atenção, organização, desenvolvendo o raciocínio lógico, leitura e escrita da nossa criança ou adolescente.

 

Isso tudo é PSICOPEDAGOGIA!

Espero que vocês tenham compreendido um pouco do meu trabalho, e para que possamos auxiliar numa efetiva mudança na aprendizagem de alguém precisamos de tempo, dedicação, paciência e muito respeito pelo que fazemos.

Esse é o espaço onde realizo mais que um trabalho, faço diferença na vida de pessoas. AMO MUITO TUDO ISSO!!!

sala completa

Logo portal

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *